Abelhas Teresina, Piauí

Abelhas em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Abelhas em Teresina e região. Aproveite e leia o artigo abaixo sobre Abelhas para obter dicas e informações sobre o assunto.

O Boiadeiro
(89) 3422-1681
Avenida Getúlio Vargas 268
Picos, Piauí
 
Agrifertil Agrícola e Veterinária
(86) 3223-6805
Avenida Maranhão 135
Teresina, Piauí
 
Pompeu Pet
(86) 3233-8441
Avenida Nossa Senhora de Fátima 936
Teresina, Piauí
 
Agromarlos
(86) 3232-9909
Avenida João XXIII 2688
Teresina, Piauí
 
Agro Boi Produtos Agrícolas e Veterinários
(86) 3221-1613
Avenida Maranhão 83
Teresina, Piauí
 
O Homem do Campo
(86) 3221-2799
Mercado Central 124
Teresina, Piauí
 
Agronorte
(86) 3221-3854
Rua Senador Teodoro Pacheco 1013
Teresina, Piauí
 
Agrovete Agrícola Veterinária
(86) 3222-2941
Rua Rui Barbosa 601
Teresina, Piauí
 
Farmavete Produtos Veterinários
(89) 3422-3591
Avenida Getúlio Vargas 550
Picos, Piauí
 
Casa do Criador
(86) 3212-7711
Avenida Francisco Carlos Jansen 1380
Teresina, Piauí
 

Como criar abelhas

Antigamente a criação de abelhas era feita de maneira rudimentar. Quando o mel era extraído as colméias eram praticamente destruídas, mas, através do conhecimento adquirido, hoje em dia é possível extrair o mel sem prejudicar as abelhas, preservando a colméia que permanece produtiva por muito tempo.Para isso o apicultor deve saber qual o melhor momento para extrair o mel, a quantidade certa e a maneira correta de separar o mel sem quebrar os favos, podendo reutilizá-los novamente.Confira então quais os cuidados básicos que se deve ter ao iniciar no ramo da apicultura:1. Escolha o local onde você pretende instalar as abelhas. O sucesso da produção dependerá unicamente do meio-ambiente onde ele estiver instalado:O local deve ser ensolarado e protegido do vento.Deve haver abundância de flores durante todo ano.O local deve ser de fácil acesso para facilitar a retirada do mel, e as visitas de rotina.Distante pelo menos 300 m da residência e longe de animais.Deve haver água corrente e fresca em abundância.Longe de usinas de açúcar ou fábrica de doces (do contrário elas recolherão o melaço, produzindo mel de baixíssima qualidade e muito enjoativo).2. Não deixe as caixas em contato com o chão, e as mantenha em locais limpos para evitar ataques de formigas e predadores. As traças são os inimigos mais comuns das abelhas.3. Providencie o material necessário para o manejo das colméias:Vestimenta: máscara, macacão, luvas e botas. As cores indicadas para essas roupas é a cor branca, azul clara e amarelo. Não use roupas pretas ou marrons, pois as abelhas tem verdadeira aversão por essas cores, favorecendo o ataque.Utensílios:Fumegador: produz fumaça que faz com que as abelhas se retirem para proteger a colméia. A fumaça deve ser produzida por materiais de origem vegetal – folha seca, gravetos, cascas. Nunca usar produtos que possam prejudicar as abelhas como óleos, querosenes, gasolina, etc.Formão do Apicultor: ferramenta usada para abrir o teto da colméia.Espanador: feito de crina animal, é usado para retirar as abelhas dos quadros sem feri-las.Facas e garfos: Usados para destampar os alvéolos dos favos.Pegador de quadros: Um instrumento que facilita a retirada dos quadros sem esmagar as operárias.Centrífugas: Usadas para separar o mel dos favos sem prejudicá-los.4. Compre enxames ou capture enxames naturais: se pretende comprá-los escolha muito bem. Verifique:O movimento de entrada e saída das abelhas.O cheiro deve ser agradável, de mel e pólen.Ouça o zumbido. Deve ser alegre e forte.Abra as caixas e verifique se a cor dos favos não é muito escura, se a postura da rainha é uniforme, se não há traças de cera, se a madeira da caixa está em bom estado.Prefira comprar enxames há pelo menos 10 km de distância, pois, ao sair para recolher alimento a tendência das abelhas é voltarem ao lugar de origem.Leve a colméia no mesmo dia da compra, para evitar adulteração. Sempre após o por do sol, sem movimentos bruscos e solavancos do carro.5. Faça a Inspeção diária da Colméia:O Apicultor deve estar devidamente trajado.Sempre fazer a inspeção em dias quentes e ensolarados.O trabalho deve ser feito de forma rápida.Os movimentos devem ser tranqüilos e delicados.Aproxime-se sempre por trás da colméia sem jamais interromper o trajeto de vôo das abelhas.Usar sempre o fumegador. A fumaça deve ser branca, não pode ser quente e nunca diretamente sobre os quadros.6. O que deve verificar na inspeção:A situação dos favos: devem sempre estar em bons estado. Jamais escuros e retorcidos.A postura da rainha: os favos do centro do ninho devem estar sempre com ovos ou larvas. Se não houver, é sinal que a rainha está fraca, devendo ser substituída.Espaço suficiente: um indício de que há superlotação é a presença de “barba” nas colméias. Nesse caso devem ser providenciadas caixas extras.Sinais de doença: presença de larvas e abelhas mortas.Falta de alimento: em estações de muita chuva, ou entressafra. Neste caso deve ser fornecida alimentação artificial.Colha o mel maduro: retirando-o com auxílio da centrifuga e devolvendo os favos à colméia.Verifique se a colônia esta criando novas rainhas. O casulo é em forma de amendoim e se posiciona, na extremidade dos quadros. Elimine–os para não perder a colônia.Aqui foram dadas as orientações básicas. Antes de começar nesse ramo de negócio consulte a Casa do Apicultor de sua cidade, se informe e aprenda, pois é necessário bastante conhecimento a respeito para começar de maneira correta e racional.Bom trabalho e boa sorte!