Berrante Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul

Berrante em Bento Gonçalves. Encontre telefones, endereços e informações sobre Berrante em Bento Gonçalves e região. Aproveite e leia o artigo abaixo sobre Berrante para obter dicas e informações sobre o assunto.

Gasil Comércio e Importação Ltda
(54) 3451-8807
Rua Marechal Deodoro da Fonseca 279
Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul
 
Comercio de Aparelhos Musicais Mil Sons Ltda
(54) 3441-6784
Rodovia RS 470 2662 km 108 lj 2
Veranópolis, Rio Grande do Sul
 
Vanazzi & Vanazzi
(54) 3452-6436
Rua Marechal Deodoro da Fonseca 238 lj 1/6
Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul
 
F M Instrumentos Musicais
(54) 3454-3233
Rua Ramiro Barcelos 156
Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul
 
Lojas Volpato
(54) 3452-7349
Rua General Osório 32
Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul
 
Free Show Instrumentos Musicais
(54) 3464-0300
Avenida Independência 561 s 02
Garibaldi, Rio Grande do Sul
 
Magistral Discos Fitas e Cds Ltda
(54) 3441-4181
Avenida Osvaldo Aranha 1395 s 108
Veranópolis, Rio Grande do Sul
 
Musictalia Instrumentos Musicais
(54) 3452-4647
Rua Marechal Deodoro da Fonseca 139 s 15
Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul
 
Est System
(54) 3462-6266
Rua Alcides Santa Rosa 574 bl 1
Garibaldi, Rio Grande do Sul
 
Codalpi Comercio e Representacoes
(54) 3451-5755
Rua Marechal Deodoro da Fonseca 108
Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul
 

Como tocar berrante

As atividades culturais num país com tamanho de continente como o Brasil, tem uma variação muito grande. As vezes até dentro dum mesmo estado as diferenças são bastante acentuadas. Uma prova disso é o Paraná, que de um lado do rio Piquiri apresenta o sotaque carregado da cultura Européia proveniente da imigração de Gaúchos para a região e, do outro lado, uma cultura de um povo que leva a vida mais simples, não no sentido de riqueza, mas de estilo de vida. Via FlickrO berrante é um dos instrumentos obrigatórios nas fazendas onde têm peões e boiadeiros.Tocar berrante não é tão fácil como parece, mas pode ser considerado um instrumento de fácil aprendizagem. Muitas pessoas conseguem aprender, mas é necessário algumas técnicas e uma boa dose de dedicação.O primeiro passo para aprender a tocar berrante, deve ser a forma de segurar o berrante. Se for tocar em pé e no chão poderá utilizar as duas mãos. Assim coloca a mão esquerda próximo ao bico, onde vai a boca para produzir som e, a esquerda próximo ao centro do berrante. se for canhoto, deve inverter a posição das mãos. No caso de tocar montado num cavalo, prática muito comum em rodeios e fazendas, deve segurar apenas com a mão esquerda próximo ao centro do berrante. Mas nessa caso, provavelmente já sabe tocar.A forma que o som sai – talvez aqui esteja o maior segredo para tocar berrante. Muitas pessoas dizem que não conseguem tocar o berrante porque o som não sai, ou sai algo exprimido e sem vida. Mais parece o próprio ar exprimido numa parede. Essa impressão se deve a um único fato. Para ter um som legal, não deve assoprar a biqueira do berrante e sim pressionar os lábios contra ela e apenas soltar o ar como se fosse uma respiração. Na verdade é! Você apenas vai respirar com os lábios comprimidos ao berrante, assim fará com que eles tremam e emitam um som adequado. Via FlickrO ritmo é importante- Para tocar um berrante e ser apreciado por outras pessoas, há de se possuir ritmo. Não é tão difícil mas é necessário alguns exercícios. O ritmo advém da variação da liberação do ar e dos cortes na respiração. assim pode verificar aqueles toques intermináveis e outros com entrecortes no meio, os quais fazem o charme do toque do berrante. Para se ter um som bonito e eficiente para chamar o gado em fazendas ou utilizar em rodeios é preciso alternar entre sons longos e curtos. Por isso a respiração é fundamental. Um trabalho respiratório favorece todos os elementos para que o seu modo de tocar seja muito apreciado. Para isso respire profundamente para juntar o máximo de ar possível nos pulmões. Para o som longo, libere o ar aos poucos e de forma continua. Cuidado para liberar sempre de forma uniforme. Para o som curto deve fazer o mesmo procedimento mas cortando o som com um espaço de tempo igual. Esse corte deve ser rápido e logo voltar ao toque novamente. O único momento que pode se dar um espaço maior é na hora da respiração, a qual deve ser rápida se for dar continuidade ao toque anterior.