Compostagem São Cristóvão SE

Compostagem em São Cristóvão. Encontre telefones, endereços e informações sobre Compostagem em São Cristóvão e região. Aproveite e leia o artigo abaixo sobre Compostagem para obter dicas e informações sobre o assunto.

Reciplas Reciclagem e Comércio de Sucatas
(79) 3222-2600
Rua Salgado 68
Aracaju, Sergipe
 
Dinus Reciclagem
(79) 3651-1673
Rua Frei Pascasio 11
Salgado, Sergipe
 
Debora Pimentel Consultoria
(79) 3214-1948
pc Tobias Barreto, 510 s 1212, São José
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
SENAC - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SE
(79) 3212-1501
av Ivo Prado, 564, São José
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
S. Alves Consultoria Em Psicologia
(79) 8109-8601
r Perminio de Souza, 1092
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Cps Indústria
(79) 3254-0481
Rua 8 6 qd 20
Nossa Senhora do Socorro, Sergipe
 
Bem Estar Assessoria e Consultoria
(79) 3044-6430
r Itabaiana, 71 S 2, Centro
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Treinar Treinamento Consultoria e Servicos Ltda
(79) 3211-0778
r João Rocha Sobrinho, 250, Cs, Pereira Lobo
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Pronto RH Assessoria & Consultoria
(79) 3211-4937
r São Cristovão, 212 S 803
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
CTE-Consultoria e Treinamento Empresarial Ltda
(79) 3217-2800
r José Silva Peixoto, 22, Conjunto Sen Leite Neto
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Como fazer compostagem

Fazer compostagem é transformar a mistura de sobras de alimentos, grama cortada, folhas que caem das árvores e outros elementos que temos em casa para criar adubo orgânico, que poderá ser utilizado em hortas, pomares e no cultivo de flores.A compostagem torna o solo rico em nutrientes, além de ajudar na redução de lixo que segue diariamente para os aterros sanitários. É um ato de economia sustentável, que além de fazer bem às suas plantações, que se tornam saudáveis e livres de agrotóxicos, ajuda na preservação do meio ambiente.Veja, a seguir, como fazer compostagem caseira e torne esta medida um habito saudável e consciente.NatalieMaynor / FlickrMateriais1 recipiente para colocar o material orgânico (pode ser uma lata, um pote, um balde, o que tiver disponível);Sobras de alimentos não temperados (frutas, legumes, verduras, cascas), grama cortada, folhas que foram varridas do quintal, enfim, material orgânico e não toxico.Como fazerFaça vários furos pequenos no fundo do recipiente onde será colocado o material orgânico. Esta medida serve para eliminar o chorume, que nada mais é do que o liquido expelido pela decomposição do material orgânico;Caso deseje aproveitar o chorume, que é um fertilizante de alto potencial, coloque um outro recipiente sem furos embaixo do primeiro, com um calço para que os dois recipientes não se toquem, a fim de armazenar este liquido. Para usar o chorume em jardins ou hortas, dilua o mesmo na proporção de 9 por 1 (9 medidas de água para 1 medida de chorume);Pique bem todos os materiais orgânicos que serão utilizados para fazer compostagem.Quanto menor estiver o material, mais facilmente o processo se desenvolverá;Faça camadas com o material orgânico recolhido, ou seja, não basta apenas juntar as sobras de alimentos, cascas de frutas ou folhas e misturar tudo no recipiente de qualquer forma. O segredo de uma boa compostagem é fazer camadas com diferentes tipos de materiais, para que os microrganismos que vão decompor o material possam agir com eficácia. A decomposição é feita graças à mistura de nitrogênio e carbono. Desta forma, comece fazendo uma camada com material seco (que dá origem ao carbono) e, em seguida, outra camada com material liquido (que origina o nitrogênio), e assim sucessivamente. A ultima camada deverá ser composta por material seco, pois isto evita o mau cheiro. Agindo desta maneira, a compostagem demora menos tempo para acontecer e o resultado é melhor;Como opção para diminuir a probabilidade de mau cheiro na compostagem, a dica é colocar um pouco de cal virgem para cobrir a ultima camada de material orgânico;Deixe o recipiente aberto, jamais tampe a compostagem, pois o material não pode ficar abafado;Depois de tudo preparado, a hora é de aguardar a ação do tempo e dos microrganismos. Durante cerca de 15 dias, a fase de decomposição atinge temperaturas que podem chegar a 70ºC. Evite mexer na mistura durante este período;Após cerca de 15 dias, mexa o material orgânico em decomposição, para que o oxigênio possa circular entre as camadas. Caso desejar, o material pode ser transferido para outro recipiente;Não acrescente lixo orgânico diariamente na composteira. Guarde tudo o que deseja acrescentar em um saquinho, na geladeira, para que seja colocado junto aos outros materiais somente no período em que for mexer a mistura (cerca de 15 dias, como mencionado no passo anterior);10. A compostagem chega ao final no período de 2 ou 3 meses. Para verificar o final do processo, basta conferir se a temperatura do composto está igual à temperatura ambiente. Outra indicação de finalização é que a compostagem pronta não suja as mãos, tem cheiro de terra e coloração escura.Caso deseje fazer a compostagem diretamente no terreno, certifique-se de que o local escolhido tenha boa drenagem e um certo grau de inclinação, para que o chorume não fique armazenado e se acumule em um único lugar.Clarity J / FlickrDicasConfira o que pode e o que não pode ser utilizado para fazer compostagem:Materiais que podem ser utilizados para fazer compostagem: Filtro de café usado, borra de café, restos de leite, grama cortada, cascas e restos de frutas, sobras de verduras e legumes, iogurte;Materiais que não devem ser usados: Esterco de animais domésticos como cães e gatos; restos de comida temperada com óleo, sal e outros tipos de tempero; frutas cítricas como limão e laranja em excesso; cinzas de carvão e cigarro; tintas; plásticos; papéis impressos; vidros; metais; óleos; restos de carne.(Imagem destaque: mjmonty / Flickr)