Curso De Raciocínio Lógico Benjamin Constant AM

Curso De Raciocínio Lógico em Benjamin Constant. Encontre telefones, endereços e informações sobre Curso De Raciocínio Lógico em Benjamin Constant e região. Aproveite e leia o artigo abaixo sobre Curso De Raciocínio Lógico para obter dicas e informações sobre o assunto.

Uea
(97) 3415-5559
Rua Monsenhor Thomas 60
Benjamin Constant, Amazonas
 
Uea
(97) 3415-5191
Rua 1º de Maio
Benjamin Constant, Amazonas
 
Ee Carmosina Baima de Almeida
(97) 3417-1297
Rua Cunha Gomes
Atalaia do Norte, Amazonas
 
Cema - Centro Educacional Marista
(97) 3412-3126
Avenida Coronel Berg 1115
Tabatinga, Amazonas
 
Faculdade Metropolitana de Manaus
(92) 3642-3770
Avenida Constantino Nery 3204
Manaus, Amazonas
 
Fundação Universidade Federal do Amazonas Ufam
(97) 3415-5677
Rua 1º de Maio
Benjamin Constant, Amazonas
 
Uea
(97) 3412-4192
Avenida Amizade 74
Tabatinga, Amazonas
 
Kumon
(16) 3385-1238
Rua Morais Meirelles 637
Tabatinga, São Paulo
 
Uea - Universidade Estado Amazonas
(97) 3453-6013
Avenida Amazonas 2829
Boca do Acre, Amazonas
 
Universidade do Estado do Amazonas Uea
(97) 3343-3396
Rua Brasília
Tefé, Amazonas
 

Como estudar raciocínio lógico

Embora muitos pensem que raciocínio lógico é uma matéria que pertence puramente a matemática, poucos sabem que ela vai muito além e está envolvida em praticamente todos os aspectos da nossa vida.Primeiro Passo – Entendendo o que é o raciocínio lógicoJá parou para pensar o motivo de muitos concursos – mesmo para aqueles cargos que pouco tem a ver com cálculos – pedirem à resolução de problemas de raciocínio?A lógica, que está ligada ao bom senso, é necessária na maioria dos empregos em que é necessário pensar minimamente sobre algum problema e propor resoluções.Por exemplo, na política. Esse é um campo no qual é necessário grande mente contar com o raciocínio, para ver o problema, uma possível resolução e a aplicabilidade do resultado que foi obtido. De forma que, deve estar dentro da lógica.Ou seja, podemos dizer que o raciocínio lógico é uma série de pensamentos que levam a resolver algum problema, chegando a uma conclusão possível e aplicável.billaday / FlickrSegundo Passo – Entendendo como é cobrada à lógicaA maioria dos concursos e vestibulares não contam com espaço e tempo para que seja cobrada a lógica em forma de dissertação. Então, uma forma equivalente de avaliar o candidato é por problemas matemáticos.Grande parte das pessoas associam a lógica com a matemática por este motivo, mas longe está de ser o único. Entretanto, os problemas matemáticos exigem os três pontos abordados acima, a saber, a leitura e interpretação de um problema, o pensamento sobre a solução e a aplicabilidade da mesma.Quando estamos lendo um problema de lógica, estamos usando o primeiro princípio, a leitura e interpretação, que está totalmente ligada, também, com as disciplinas de Português. Quem não consegue analisar o problema, dificilmente conseguirá propor uma solução adequada.Posteriormente, iremos formular uma resposta. A matemática, na maioria das vezes, não pede o uso de grandes fórmulas ou o uso de apenas uma opção para chegar a um resultado parecido. Muito pelo contrário, premia o pensamento, a interpretação e a lógica. Então, quem é bom no pensamento rápido e lógico, não é eficiente apenas em problemas matemáticos, mas consegue propor soluções para uma gama de outros problemas, que sejam ambientais, políticos ou religiosos.Por fim, a resposta precisa ser aplicada ao contexto. Muitas vezes, achamos mais de uma resposta. Mas um delas não é possível de ser inserida no contexto do problema. Como alturas e idades negativa, por exemplo. Da mesma forma, na vida real, nem tudo o que na teoria seria correta, se mostrará bom na prática. Logo, o raciocínio lógico atua, também, na aplicação do resultado.Terceiro Passo – Treinando Há muitas formas de treinar o raciocínio. E devem ser treinadas as três partes. Para a primeira, que a leitura e interpretação, é indicado a leitura exaustiva de textos dos mais variados gêneros.Já para a segunda área, podemos propor problemas matemáticos, em que a capacidade de resolução seria treinada.E por fim, a última área é bem treinada quando estamos dissertando sobre algum tema para propor alguma solução para determinado problema.MC Quinn / FlickrComo um todo, procure problemas de lógica, leia revistas e jornais, discuta política, filosofia e religião.(Imagem destaque: Sterlic / Flickr)