Financiamento De Moto Pau dos Ferros RN

Financiamento De Moto em Pau dos Ferros. Encontre telefones, endereços e informações sobre Financiamento De Moto em Pau dos Ferros e região. Aproveite e leia o artigo abaixo sobre Financiamento De Moto para obter dicas e informações sobre o assunto.

Autocar
(84) 3351-2556
Rua Manoel Alexandre 1020
Pau dos Ferros, Rio Grande do Norte
 
Concessionária Gilberto
(84) 3351-3547
Rua Carloto Távora 1086
Pau dos Ferros, Rio Grande do Norte
 
Ippon Veículos Ltda
(84) 3311-6000
Avenida Senador Salgado Filho, 1664 Lga Nova
Natal, Rio Grande do Norte
 
Gonzaga Veículos
(84) 3321-2510
Rua Melo Franco 251
Mossoró, Rio Grande do Norte
 
Santa Rosa Veículos
(84) 3213-0398
Avenida Interventor Mário Câmara 1772
Natal, Rio Grande do Norte
 
Ligeirinho Veículos
(84) 3351-2115
Rua Manoel Alexandre 936
Pau dos Ferros, Rio Grande do Norte
 
Gustavo Veículos
(84) 3217-8717
Rua Lúcia Viveiros 535 lj 3
Natal, Rio Grande do Norte
 
Lima Veículos
(84) 3213-8400
Avenida Bernardo Vieira 2979
Natal, Rio Grande do Norte
 
Pontocar Br Venda e Aluguel de Veículos Ltda
(84) 3207-4317
Avenida Dão Silveira 7940 lj 18
Natal, Rio Grande do Norte
 
Ligeirinho Veículos
(84) 3351-2115
Rua Manoel Alexandre 936
Pau dos Ferros, Rio Grande do Norte
 

Como financiar uma moto

A moto é um ótimo meio de transporte, que consegue atender grande parte das necessidades da maioria das pessoas, seja no ambiente urbano ou rural. Por ser pequena e versátil, muitas vezes ela consegue realizar os mesmos trajetos dos carros, em menos tempo, além de exigir um custo menor para estacionar, e realizar a manutenção. Sendo assim, iremos nesse texto relacionar algumas dicas e sugestões de como conseguir um financiamento para a sua moto.1- ConsórciosO uso de consórcios é uma das formas mais tradicionais de se financiar uma moto. Basicamente funciona através da união de várias pessoas, que pagam a uma administradora do consórcio uma mensalidade, que equivale ao valor total da moto acrescido das taxas, juros e lucro da administradora.Parte desse valor pago por todos, irá compor a chamada carta de crédito, que é um documento, que dá ao portador o direito de trocá-lo pelo valor em dinheiro equivalente a moto. Essa carta é sorteada entre os membros do consórcio, e cada sorteado sai do consórcio com sua carta em mãos. Até que o último integrante receba a sua carta.driver Photographer/FlickrA vantagem dos consórcios é que os preços dos juros e administradora, costumam ser mais competitivos do que as outras formas de financiamento. E você ainda tem a chance, de com sorte, sair com a moto no primeiro mês.2- Financiamento bancárioOutra forma de se tentar financiar uma moto, é usar o tradicional financiamento bancário. Basta você procurar o seu banco preferido, ou aquele que você já é cliente, perguntar a respeito das linhas de financiamento disponíveis.A vantagem desse método, é que o financiamento pode ser personalizado para você, levando em conta critérios como a sua renda e trabalho, e é claro a sua negociação. Você tem a vantagem de conseguir a soma total do valor da moto imediatamente, podendo comprá-la. Mas esse tipo de financiamento costuma ter os custos e juros mais elevados.3- Financiamentos própriosAs próprias revendedoras das motos podem fazer parcerias diretamente com os bancos, e oferecerem linhas de financiamento próprio, ficando assim a cargo das revendedoras, conceder o financiamento, segundo os critérios estabelecidos com o banco.driver Photographer/FlickrNesse caso você tem a vantagem de negociar diretamente com o vendedor do produto final, e não com um intermediário. E portanto, você terá um financiamento mais personalizado de acordo com a sua necessidade de comprar aquele produto em específico.4- Duas dicas extras sobre financiamentosAlém dessas três formas de financiamento listados, você poderá seguir outras duas dicas que facilitarão para você conseguir a sua moto financiada.Se você tiver alguma dificuldade para comprovar sua renda, você poderá usar o seu saldo da poupança ou conta corrente, como forma de demonstração de que você poderá arcar com a dívida, para o analista de crédito.Outra dica de ouro, é dar uma entrada num valor maior, assim você conseguirá pagar menos prestações do financiamento, e garantir taxas, juros e custos menores. Dessa forma, se você não tem muita urgência em adquirir a moto, vale a pena investir os valores das prestações, e deixar a aplicação rendendo, para depois adquirir uma moto do ano, e com prestações menores.Esperamos que nossas dicas ajudem você a financiar a sua moto!(Imagem Destaque: WillVision Photography/Flickr )