Peixinho Dourado Mossoró, Rio Grande do Norte

Peixinho Dourado em Mossoró. Encontre telefones, endereços e informações sobre Peixinho Dourado em Mossoró e região. Aproveite e leia o artigo abaixo sobre Peixinho Dourado para obter dicas e informações sobre o assunto.

Nobreza Canina
(84) 3321-1181
Avenida Presidente Dutra 1216
Mossoró, Rio Grande do Norte
 
Patas & Garras
(84) 3317-4099
Rua Frei Miguelinho 398
Mossoró, Rio Grande do Norte
 
Curral Veterinária
(84) 3316-4004
Rua Doutor João Marcelino 82
Mossoró, Rio Grande do Norte
 
Hospital Veterinário Pequenos Animais
(84) 3234-1671
Avenida Miguel Castro, 1328 ns. nazaré
Natal, Rio Grande do Norte
 
Doggy & Kitty
(84) 3214-2117
Avenida Joinvile 2966 cj SC
Natal, Rio Grande do Norte
 
Clínica Veterinária Quatro Patas de Mossoró
(84) 3316-1243
Rua Felipe Camarão 848
Mossoró, Rio Grande do Norte
 
Univet Dog Shop
(84) 3314-0175
Rua Tiradentes 578
Mossoró, Rio Grande do Norte
 
Aperto de Patinhas Pet Shop
(84) 3606-0140
Avenida Lima e Silva 1331
Natal, Rio Grande do Norte
 
Planeta Animal
(84) 3219-5524
Avenida Praia de Genipabu 2419
Natal, Rio Grande do Norte
 
Monte Carmelo Rações e Animais
(84) 3213-7187
Rua São João 1229 lj 4
Natal, Rio Grande do Norte
 

Como criar Kinguios ou Peixinho Dourado

Com certeza muita gente nem imagina que esta palavra tão complicada é um dos nomes do nosso tão famoso e conhecido “peixinho dourado”. Sim, ele mesmo!Quem nunca ganhou um, dentro de um saquinho de água? Ou na infância nunca quis ter um peixe dourado num aquário? E quem não se lembra da Cléo? A “peixinha” charmosa que morava num aquário redondo na história do Pinóquio?Os Kinguios, além de bonitos, são dóceis e sociáveis e adoram viver em comunidade. Também são conhecidos como peixe-japonês, peixe-vermelho e, nos Estados Unidos, são conhecidos como Goldfish. Foram criados há muito tempo pelos chineses, e são uma espécie domesticada da carpa Gibel, possuindo diferentes cores e variedades.Mas quem pensa em criar esses lindos peixes deve prestar atenção para dar a eles o que realmente necessitam. Por terem preço muito baixo, são vendidos sem nenhum critério, e quem compra acaba colocando os pequenos filhotes em locais minúsculos, sem filtragem nem oxigenação, alimentados com miolo de pão. O resultado são peixinhos descartáveis que duram no máximo alguns meses, para depois serem substituídos por outras vitimas.Confira abaixo tudo o que os Kinguios necessitam para viverem felizes e por muito tempo, pois, se bem tratados, podem durar até 10 anos num aquário e 30 anos num lago.Verifique o tamanho do aquário onde pretende criá-los. Os Kinguios crescem muito, e rapidamente, por isso o aquário não deve ter menos do que 120 litros, calculando 40 litros de água para cada Kinguio que colocar a mais.Mantenha a água em torno de 20°. Eles suportam bem até 24° mas a temperatura não pode oscilar muito, – no máximo 2°. É importante ter no aquário um termômetro com termostato para manter a temperatura constante.Tome cuidado com o Ph da água. O recomendado é 7,5 sem muitas variações. Alguns especialistas recomendam misturar 2g de sal grosso por litro de água. Segundo eles, esse procedimento evita problemas com a bexiga natatória e previne contra parasitas.Prefira plantas artificiais para decorar o aquário. Os Kinguios costumam arrancar tudo que estiver plantado e também se machucam com enfeites pesados.Tenha cuidado também com minúsculas pedrinhas que se coloca no fundo, pois eles tem mania de fuçar o fundo do aquário e podem se engasgar com elas. O ideal é manter o fundo apenas com areia grossa de rio.Utilize filtros potentes no aquário, pois os Kinguios são bem porquinhos.Não coloque nada para manter a água em movimento pois eles preferem água parada.A aeração do aquário deve ser muito eficiente, pois eles precisam de muito oxigênio.Compre ração de boa qualidade, própria para Kinguios. Verifique se o Extrato etéreo é abaixo de 5% e nunca compre níveis acima disso.Tome cuidado para não alimentá-los demais pois são muito gulosos e não param de comer. Podem ter problemas com a bexiga natatória devido ao excesso de alimento, perdendo o sentido de orientação, nadando até de ponta cabeça.Dê alimento 2 vezes por dia que deve ser consumido em 5 minutos. Ofereça também vôngole em pedaços, coração de boi cru raspado, espinafre e alface, mas em quantidades bem moderadas.Cuidado com outras espécies de peixe no aquário. Os Kinguios são muito mansos e conforme ficam mais velhos ficam cada vez mais lentos e bobinhos. A maioria dos peixes se diverte batendo neles ou comendo suas caudas. Também evite deixar no mesmo aquário Kinguios muito grandes junto com os menores.Reprodução:Nessa época a fêmea apresenta a região anal bem volumosa.Separe uma fêmea com 2 machos num aquário que contenha bastante plantas flutuantes, onde a fêmea depositará os ovos.No momento da desova os peixes ficam agitados. A fêmea deposita os ovos próximo às raízes das plantas flutuantes e os machos fecundam imediatamente.Após esse processo retirar os peixes adultos.Os alevinos nascem depois de 10 dias e por 48h ficarão pendurados, absorvendo o saco vitelíneo.Depois desse período serão alimentados com gema de ovo cozidas.Com 18 dias e 2,5 cm se alimentarão de dáfnias e depois dos 2 meses receberão alimentação normal de adultos.Como você pode perceber, criar esses peixes gordinhos e simpáticos pode ser uma excelente higiene mental e não é nada difícil. Mas, como toda criação, é importante ter responsabilidade e criá-los de maneira correta, atendendo todas as suas necessidades.Até a próxima!