Periquitos Araguaína, Tocantins

Periquitos em Araguaína. Encontre telefones, endereços e informações sobre Periquitos em Araguaína e região. Aproveite e leia o artigo abaixo sobre Periquitos para obter dicas e informações sobre o assunto.

Clínica Veterinária e Pet Shop Quatro Patas
(63) 3414-7190
Rua José de Brito Soares 1063
Araguaína, Tocantins
 
Consultório Veterinário de Araguaína
(63) 3413-3335
Avenida Filadélfia 1550
Araguaína, Tocantins
 
Clínica Veterinária Snoopy
(63) 3421-2217
Avenida 1º de Janeiro 1263
Araguaína, Tocantins
 
Cássio Gomes Versiani
(63) 3414-8077
Avenida Tocantins 1400
Araguaína, Tocantins
 
Veterinário e Cia
(63) 3421-2947
Avenida Cônego João Lima 333
Araguaína, Tocantins
 
Clínica Veterinária e Pet Shop Mundo dos Bichos
(63) 3414-1696
Rua Gaúcha 59
Araguaína, Tocantins
 
Bichos & Cia
(63) 3421-3690
Rua 7 de Setembro 350
Araguaína, Tocantins
 
Bicho Mania
(63) 3414-4958
Avenida 1º de Janeiro 1579
Araguaína, Tocantins
 
Bichos e Cia Lagoa da Serra
(63) 3421-3690
Rua 7 de Setembro 350 qd 25 lt 15
Araguaína, Tocantins
 
Luiciene Reis
(63) 3414-4958
r 1º Janeiro, 1585 S Central
Araguaína, Tocantins

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Como cuidar de periquitos

Periquitos pertencem a um grupo muito grande de espécies, principalmente os de pequeno e médio porte. Existe o periquito Kakapo, uma espécie originária da Nova Zelândia de tamanho reduzido, o periquito indiano, famoso pelo colarinho, as Maurícias, e outros da América do Sul, incluindo o famoso periquito Mônaco, o Pionus e o Conures.Os cuidados para se criar um periquito e domesticá-lo não são muito complicados, são aves de fácil criação. Vamos destacar os principais pontos a serem considerados:A compraA decisão de compra deve ser refletida. Você tem que ter certeza de que pode garantir perfeitas condições de vida ao pássaro. É necessário conhecer bem sobre as espécies que melhor se adéqua à sua realidade, por exemplo, onde você mora: casa, apartamento ou fazenda. Vendedores e criadores sérios, que conhecem as aves, irão informá-lo com precisão e orientá-lo na escolha de uma espécie. Certifique-se sempre de obter o certificado de compra, com a origem e a saúde do pássaro e uma declaração de nascimento em cativeiro. Via FlickrAntes da compra, leve em consideração que:Cada pássaro tem sua própria personalidade, que pode não coincidir com as características de sua espécie;Algumas espécies vivem até 80 anos;O local onde você mora necessita ter um espaço suficiente para a gaiola ou o poleiro;É necessário tempo para limpeza e manutenção;O animal pode destruir objetos ou móveis (especialmente madeira);Estão sujeitos ao estresse, que causa mal estar, solidão e tédio no pássaro;Em suas férias, alguém de confiança ou hotel de animais deve ser contratado;Em algumas épocas do ano podem chorar muito ou assobiar agudamente.O espaço da aveUm grande aviário exterior (gaiola gigante) é, de longe, o melhor alojamento para periquitos. Este deve ser construído de modo que a tela seja bastante estreita e grossa, para evitar o acesso de roedores. É mais adequado um chão cimentado ou de piso, que impede a formação de mofo e é fácil de limpar. Esta área deve estar na sombra, protegida do vento, e com uma cobertura parcial no telhado.Uma boa alternativa é um aviário com rodas nos pés, pois você pode mantê-lo em casa ou ao ar livre com facilidade. Você pode encontrar diversos modelos em lojas especializadas e pet shops.Se você não tem o espaço para um aviário, a gaiola deve, contudo, ser a maior possível, certificando-se de que a distância entre as barras não permitirá que o periquito introduza a cabeça, evitando assim um possível acidente com a ave. As gaiolas devem ter uma forma funcional sem muitas decorações, e com grandes portas.A preparação de uma gaiola é importante. Tigelas de comida e água devem ser bem presos às paredes laterais da gaiola. A ave deve possuir o luxo de poder tomar banho todos os dias. Em espécies maiores, pode ser utilizado muitas vezes um pulverizador de plantas, com pulverização fina. Os melhores poleiros são os de galhos naturais (avelã, amieiro, salgueiro) e de diâmetros diferentes, para permitir que as aves realizem um bom exercício para as pernas. Via FlickrA alimentaçãoA fonte de alimentação é um fator muito importante para os periquitos. A maioria das espécies são granívoras, exceto a espécie Lori, que se alimenta de pólen, néctar e flores. O erro mais comum é dar apenas sementes de girassol aos periquitos, o que acaba causando problemas de fígado.Para mudar a dieta de um pássaro que está acostumado somente com sementes de girassol, devemos proceder de forma gradual. Não retire, de repente, as sementes, mas diminua a quantidade a ser servida, até eliminar quase que completamente.Entre as sementes, as mais indicadas para a dieta da ave são: alpiste, aveia, cânhamo, milho verde, linho, trigo e arroz.Sementes germinadas são ricas em vitaminas e quase podem ser comparadas aos vegetais. Vitaminas tais como E, A e C, são multiplicadas quando os grãos brotam, assim, constituem um alimento muito útil. Graças às vitaminas e sua digestibilidade, esses grãos germinados podem ser ministrados durante o período de reprodução ou para o desmame dos filhotes de periquitos.Frutas, verduras e legumes são essenciais para a saúde do seu periquito, pois fornecem muitas vitaminas. Eles são complementos e devem ser servidos em porções pequenas a cada dia. Via FlickrCom estes pequenos cuidados você terá um pássaro saudável e feliz. Lembre-se que eles são sensíveis ao ambiente, quanto mais alegre for o ambiente mais alegre será seu periquito. Sucesso e até a próxima.